© 2020 Benfica Independente

Contacto:

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
leaderboard.gif

O regresso às vitórias

Após o desaire e a eliminação na Liga Europa, o Benfica necessitava de voltar às vitórias no campeonato para voltar à liderança da competição.


O Benfica estava condicionado por Rafa pois no último jogo levou o 5º amarelo e teve de ficar de fora deste jogo. Então, o Benfica alinhou com Odysseas, André Almeida, Ruben Dias, Grimaldo, Samaris, Florentino, Pizzi, Cervi (para o lugar de Rafa), João Félix e Seferovic.


Num jogo chuvoso, o 1º golo chegou cedo e pelo sujeito do costume. João Félix aparece na entrada da área após um cruzamento rasteiro de Pizzi para fazer o 1-0. Golo bastante semelhante ao de Wijnaldum frente ao Cardiff no passado domingo.



Aos 7 minutos Grimaldo obrigou Charles a uma defesa apertada e 5 minutos depois Barrera responde com um remate forte por cima da baliza do Benfica.


Perto dos 29 minutos, Grolli coloca a bola na baliza de Odysseas mas o arbitro considerou o golo ilegal por falta sobre o guardião grego.


Até ao intervalo o Benfica criava mais oportunidades, circulava a bola com mais velocidade e ía à procura do resultado. Porém, os restantes golos só surgiram na segunda parte.


Logo 4 minutos após o regresso das equipas, já o Benfica marcava o segundo por intermédio de Pizzi, numa bola ainda desviada pelo defesa. Se a tarefa já estava dificil para o Marítimo, agora ficava praticamente impossível já que não conseguia chegar ao último terço do campo.



Aos 64 minutos, chegava o bis do "Mágico" Félix, após um cruzamento de André Almeida, encostou com classe para a baliza dos insulares.


O Benfica não tirava o pé do acelerador, queria marcar quantos fossem possíveis, e pouco tempo depois chegava o 4-0. João Félix a aproveitar bem o espaço entre linhas e isola Cervi que pica por cima de Charles.


Com o jogo praticamente resolvido, chegava a altura de pensar já no próximo encontro, com o Braga. Então, Bruno Lage retira Rúben Dias de campo que estava à queima e retira João Félix para entrarem Taarabt e Jonas.


Até ao minuto final ainda houve tempo para mais golos. A 2 minutos dos 90, Cervi aproveita uma bola perdida na entrada da área e faz o 5-0. Bis do argentino no regresso à titularidade.



E não foi o único argentino a brilhar no jogo. Salvio 2 minutos depois fechou as contas do jogo e atirou a bola de cabeça para o fundo das redes, fazendo o 6-0.


Nota positiva: João Félix e Florentino (de novo), Cervi e Samaris.


Nota negativa: Seferovic.