© 2020 Benfica Independente

Contacto:

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
leaderboard.gif

Uma vida ao serviço de Sua Majestade

Foi ele, de certeza que foi ele”, gritava Foscarelli após todo e qualquer interrogatório de Poirot

no Orient Express. O mecânico italiano ficaria orgulhoso dos nossos comentadores desportivos,

após mais um desaire na Champions League.


Tal como a personagem de Agatha Christie, também as personalidades (no sentido mais lato do

termo) ligadas ao futebol são rápidas a apontar os dedos. E o alvo já foi encontrado.

“Lage envergonha Vieira”, “Lage brinca com o Benfica” ou mesmo “Lage admite ir ao mercado”

denotam bem quem é, pelo menos para os media, o verdadeiro culpado deste debacle europeu.

Mas infelizmente para Foscarelli, o detective belga é conhecido por dar bom uso à sua “massa

cinzenta” e é exímio a aplicar a lógica dedutiva para cuidadosamente analisar todos os dados

ao seu dispor.


Relembremos: o Benfica tem três vitórias nos últimos 20 jogos na Champions. Ou seja, 85% dos

jogos na maior competição continental acabam de forma desfavorável ao clube encarnado. O

que, convenhamos, é manifestamente anormal para um clube cujo presidente promete há

quase 20 anos tornar “um colosso do futebol europeu”.

Não será portanto exagerado admitir que talvez haja uma quota parte de responsabilidade de

Luís Filipe Vieira nestas prestações além fronteiras. Indo mais longe, há certamente quem

acredite que quem envergonha ou brinca com o Benfica é, afinal, o seu presidente. Mas esta

inferência acarreta alguns riscos, sobretudo para o pescoço. Outros sintomas associados a esta

observação do presidente benfiquista incluem “fraca memória”, “ausência de manifestação de

apoio à equipa” e “menosprezo pelas pedras da calçada”.


Sou um “garotão” privilegiado porque não preciso que me recordem do Benfica antes da

chegada de Vieira. Foi com ele que o Benfica recuperou estabilidade financeira e foi com ele

que o Benfica recuperou regularidade competitiva... interna, mas cimentados que estão estes 2

ciclos, e fazendo suas as minhas palavras, está na altura de “trabalhar para construir uma grande equipa que ganhe na europa”. E relativamente a esse 3o ciclo, está visto que Vieira é o

denominador comum na vergonhosa performance benfiquista dos últimos anos na Champions.


O Benfica já não depende de si para continuar nas competições europeias esta temporada. Caso

esse cenário se verifique, é mais uma época em que Vieira irá tentar sacudir a água do capote,

afirmando uma coisa e fazendo outra completamente oposta. Nem os milhões das receitas não

aplicados, nem o upgrade de treinador lhe tiram o epíteto de “especialista em sair da Europa”.

E é nesse contexto que me parece evidente que Luis Filipe Vieira deverá focar-se naquilo que

sabe melhor que ninguém e enveredar na consultoria.


Fazendo uso das suas habilidades, fará decerto milhões no aconselhamento ao governo de Sua

Majestade. Boris Johnson receberia de braços abertos o homem que irá finalmente desbloquear

o Brexit, e tirar o Reino Unido da Europa de uma vez por todas.


“Ah, c'est magnifique!”, diria Poirot.


▶ Texto da autoria do benfiquista C. Rebelo