leaderboard.gif

Uma vida ao serviço de Sua Majestade

Foi ele, de certeza que foi ele”, gritava Foscarelli após todo e qualquer interrogatório de Poirot

no Orient Express. O mecânico italiano ficaria orgulhoso dos nossos comentadores desportivos,

após mais um desaire na Champions League.


Tal como a personagem de Agatha Christie, também as personalidades (no sentido mais lato do

termo) ligadas ao futebol são rápidas a apontar os dedos. E o alvo já foi encontrado.

“Lage envergonha Vieira”, “Lage brinca com o Benfica” ou mesmo “Lage admite ir ao mercado”

denotam bem quem é, pelo menos para os media, o verdadeiro culpado deste debacle europeu.

Mas infelizmente para Foscarelli, o detective belga é conhecido por dar bom uso à sua “massa

cinzenta” e é exímio a aplicar a lógica dedutiva para cuidadosamente analisar todos os dados

ao seu dispor.


Relembremos: o Benfica tem três vitórias nos últimos 20 jogos na Champions. Ou seja, 85% dos

jogos na maior competição continental acabam de forma desfavorável ao clube encarnado. O

que, convenhamos, é manifestamente anormal para um clube cujo presidente promete há

quase 20 anos tornar “um colosso do futebol europeu”.

Não será portanto exagerado admitir que talvez haja uma quota parte de responsabilidade de

Luís Filipe Vieira nestas prestações além fronteiras. Indo mais longe, há certamente quem

acredite que quem envergonha ou brinca com o Benfica é, afinal, o seu presidente. Mas esta

infer