leaderboard.gif

#55 - "Eu jogo pelos Direitos Humanos"

O futebol é, desde o primeiro momento, o reflexo da sociedade onde se insere. Nele podemos encontrar os piores comportamentos, como racismo, homofobia, misoginia, violência, mas também uma constante luta pela superação e por um mundo melhor. Pedro Neto, da Amnistia Internacional, junta-se ao Brinco para explicar porque devemos todos entrar em campo neste jogo pelos Direitos Humanos. Este é um episódio que oferece um retrato lúcido e cru da batalha que temos pela frente mas dá também uma palavra de esperança sobre o que cada um pode fazer por todos.



© 2020 Benfica Independente

Contacto:

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram