© 2020 Benfica Independente

Contacto:

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
leaderboard.gif

115 anos. 42002 dias. 1008069 horas.

A história do Benfica começa a 28 Fevereiro de 1904, no bairro de Belém, onde os primeiros 24 benfiquistas se juntaram na Farmácia Franco para ali fundar aquele que é hoje o maior clube de Portugal e seguramente um dos maiores do mundo.


Em 115 anos cabem muitas histórias. Algumas estranhas, como o episódio da chegada de Eusébio a Portugal com um nome fictício; outras surreais, como a do brinco do Vìtor Baptista; e algumas inexplicáveis, como a das botas que teimavam em sair dos pés dos nossos atletas em plena final da Taça dos Campeões Europeus, em Estugarda. Mas existem também milhões de histórias anónimas, pessoais e instransmissiveis que vivem na memória dos fanáticos adeptos benfiquistas que ajudaram, e continuam a ajudar, a manter viva a lenda do Benfica.


Por muitos desgostos que possamos ter, valores mais altos se levantam. O valor mais alto que se levanta em termos futebolísticos, chama-se Benfica. - Mário Wilson

Mas façamos uma pausa para pensar sobre a magnitude daquele momento histórico de 1904. Imaginem que se juntam a uns amigos para criar um clube e uns anos mais tarde esse projecto ganha tal dimensão que se torna uma referência incontornável na vida de milhões de pessoas. Conseguem imaginar? O que sentiriam hoje ao saber que ajudaram a construir um ideal que ultrapassa largamente as fronteiras do nosso pequeno país, que é seguido por gente fiel e absolutamente apaixonada e que já foi representado por nomes como Eusébio, Coluna, Simões, Espírito Santo, Chalana, Humberto Coelho, Shéu, Nené, Toni, Valdo, Mozer, Cardozo, Aimar, Carlos Lisboa, Panchito, Jonas e muitos, muitos outros. Um tremendo orgulho, por certo.


Celebremos então. Brindemos não só ao aniversário do nosso clube mas também ao início do projecto Benfica Independente que nasce para ser mais um instigador do debate benfiquista genuíno e apaixonado. Mas acima de tudo, porque é de elementar justiça, recordemos tudo o que já foi feito por gerações anteriores de benfiquistas onde se incluem nomes mais famosos mas também os nossos avós, pais, amigos e todos os que deram tudo pelo clube no seu tempo. A eles tiremos o chapéu e saibamos agradecer a passagem de testemunho com a garantia que continuaremos a transportar a chama do benfiquismo por todos os cantos do mundo. No que depender de nós o Benfica será certamente sempre digno, orgulhoso e vencedor.


Parabéns Sport Lisboa e Benfica!