leaderboard.gif

#BilhetesComHistória Betis x SL Benfica 1982

Quem nunca partiu numa aventura épica com amigos só para ver o Benfica? Assim fez o Júlio quando soube que o Benfica ia jogar ao nosso país vizinho.

Esta é a história que vos trazemos hoje: segunda mão da Taça UEFA de 1982/1983, Betis x SL Benfica.


O Jogo

Real Betis 1x2 SL Benfica

Taça UEFA - 1ª Ronda - 2ª Mão

29 de Setembro de 1982

19H00

Estadio Benito Villamarín


Marcadores: Carlos Manuel (67’) e Nené (85’)

Onze: Bento, Pietra, António Bastos Lopes, Humberto Coelho, Veloso, Shéu, Carlos Manuel, João Alves, Nené, Chalana e Filipović

Suplentes: Delgado, Álvaro Magalhães, Alberto Bastos Lopes, Diamantino e César

Treinador: Sven-Göran Eriksson



Verão de 1982, tinha acabado o 11° ano, e como sempre fazia no verão ia trabalhar. O dinheiro era destinado a férias, pagar as quotas e os bilhetes dos jogos na Luz do ano seguinte, pois o dinheiro do velho Alberto não era para esses luxos :)

Mas eis que no sorteio da UEFA nos calha o Betis de Sevilha… Epah, Sevilha aqui tão perto e nós íamos perder isso…? Depois de uma reunião com uns amigos ficou decidido "Vamos a Sevilha ver o Benfica". Eu era o único que estudava, todos os outros já trabalhavam, por isso o dinheiro era curto, mas sem o velho Alberto saber (nem sei se ainda hoje saberá) lá convenci a minha mãe que gostava de ir ver o jogo a Sevilha, mas que me faltava uns trocos. Ela lá me deu o que faltava.


Nessa altura já tinha começado a coleccionar bilhetes.

Chegado o dia lá fomos, de camioneta até Sevilha e talvez uma das piores viagens da minha vida, mas isso não importava, íamos pela primeira vez ver o Benfica no estrangeiro!


Peripécias do jogo pouco importam.

No final ganhamos e saímos do estádio a caminho da camioneta, quando ao meter a mão no bolso, onde estava o meu bilhete, fiquei branco… Do bilhete nada, nem vê-lo. Com os saltos a festejar os golos deve ter caído... Bem, a partir de agora vem a parte da loucura de coleccionador. Pergunto ao pessoal da camioneta se não se importam que eu volte ao estádio a procurar o bilhete. A maioria concordou. Então, com alguns amigos, voltámos ao estádio para procurar o bilhete, ou algum bilhete que estivesse perdido.

Corremos meia Sevilha, e nada! Nem um para amostra. Passadas 2 horas resolvemos voltar para a camioneta. Nesse instante, um espanhol que nos viu a procurar qualquer coisa, aproximou-se e perguntou se tínhamos perdido alguma coisa. Tentámos no nosso “portunhol” explicar-lhe o que procurávamos. Ele meteu a mão no bolso, tirou o seu bilhete de sócio do Betis e disse "Posso dar este, se quiseres". E assim fiquei com um bilhete do jogo de um sócio do Betis.


Depois de chegarmos à camioneta, os outros passageiros estavam fulos pois tínhamos demorado perto de 2 horas, e quiseram saber o que era tão importante para termos de voltar ao estádio. Depois de contarmos, uns 3 disseram "Por isso? Estivemos aqui 2 horas, tinhas pedido o meu que eu dava-te".

Fica para a próxima, perguntar primeiro... :)


Texto da autoria do benfiquista Júlio Verde

© 2020 Benfica Independente

Contacto:

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram