top of page
leaderboard.gif

David Jurásek

Defesa esquerdo, 22 Anos, 1,83 m, canhoto, internacional A pela Chéquia, seleção pela qual já alinhou por 3 vezes. A saída de Grimaldo iria ser sempre muito complicada de colmatar. Estamos a falar de um dos melhores laterais esquerdos da nossa história, que acabou de protagonizar a melhor época da sua carreira. Quando se percebeu que o espanhol não iria seguir de "águia ao peito", acreditei que a ideia dos responsáveis da estrutura encarnada passava por reforçar a posição de lateral esquerdo com um perfil idêntico a Grimaldo. Mas assim não aconteceu.


Jurásek vai ter a primeira experiência fora do seu país. Estava há uma temporada e meia ao serviço do Slavia de Praga, sendo que, na temporada transata, somou 2 golos e 11 assistências. Estamos a falar de um atleta com uma dimensão física impressionante. Neste aspeto, apresenta semelhanças com Bah, que foi seu colega na temporada 2021/22.

Trata-se de um jogador com uma passada larga, de processos bem simples e que vai dar maior largura ao nosso jogo, pois pisa terrenos junto à linha lateral. Normalmente procura muito o jogo exterior e precisa de espaço para imprimir toda a sua velocidade e potência atlética, de modo a chegar a zonas de cruzamento. É aí que tem uma das suas principais armas ofensivas. Coloca de forma tensa a bola na área e, por norma, na frente da linha defensiva contrária. Com poucos toques na bola e alguma capacidade de drible consegue, com qualidade, encontrar colegas para lhes proporcionar boas situações de finalização.

Por outro lado, Jurásek terá dificuldades no jogo curto e associativo que é exigido ao Benfica na maioria dos jogos em Portugal, pois as equipas adversárias tiram-nos muito do espaço que Jurásek gosta de aproveitar. Do ponto de vista defensivo, o internacional checo revela uma excelente capacidade no momento da recuperação, fruto, sobretudo, da sua poderosa dimensão física. Nos duelos defensivos é competente, mas tem na interpretação do jogo a sua maior debilidade. Isto é, ainda revela muitas dificuldades no momento da pressão, comete erros infantis no "timing" de abordagem aos lances e acaba por ser batido de forma muito fácil. É um jogador que, perante adversários inteligentes, pode ter muitos problemas ao longo de uma partida. Vai ter de crescer muito no conhecimento do jogo para estar ao nível de exigência que se coloca a quem veste a camisola do SL Benfica.


Em suma, não era o perfil que acreditava ser o melhor para aquela função, dentro do nosso modelo de jogo. Vai alterar várias dinâmicas na saída de bola, mas também no ataque organizado. Parece-me, tal como Fred, uma aposta de Roger Schmidt que, esperemos, tenha o mesmo sucesso do norueguês.


Bem-vindo, Jurásek!

- João Nuno Costa

Comments


bottom of page