top of page
leaderboard.gif

Mais uma final!

Mais uma final conquistada. Desta vez foi em Santa Maria da Feira, num jogo que já se adivinhava complicado, mas onde acabamos por vencer por 1-4.


Em mais um jogo polémico (por conta das arbitragens) o Benfica venceu, e venceu bem. Com uma surpresa no onze, alinhou com Odysseas, André Almeida, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo, Samaris, Florentino, Pizzi, Taarabt, João Félix e Seferovic.



O Benfica entrou a tentar controlar o jogo, mas por alguma falta de definição, acabou por ter dificuldades em entrar no último terço do campo.


Mas o primeiro golo chegou cedo, aos 10 minutos após um cruzamento pelo lado direito do campo, Odysseas falha na leitura do lance pois fica indeciso se devia sair ou não à bola pelo ar e Sturgeon no segundo poste finaliza de cabeça para o 1-0.


Pouco tempo depois o Feirense coloca a bola de novo na baliza encarnada por intermédio de um livre, porém, o assistente de João Pinheiro assinalou fora de jogo e o VAR anuiu.


Já que o jogo interior não estava a funcionar, o Benfica começou a apostar mais nas alas, e aos 40 minutos Pizzi sofre falta dentro da área por Ali Ghazal e o próprio português bateu o penalti para o empate.


Logo antes do intervalo, num canto encarnado, Samaris amortece a bola de cabeça para André Almeida e este consolida a reviravolta no marcador.



O terceiro golo dos encarnados surgiu poucos minutos depois das equipas regressarem dos balneários. Após um erro de Caio Seco, Seferovic com um gesto técnico perfeito manda de primeira a bola para o fundo da baliza do Feirense. Ganha uma bola perdida e aproveitando a saída da baliza de Caio, manda a bola que sobrevoa a defesa toda e só acaba na baliza.



Lage depois retirou João Félix e Taarabt do jogo, colocando Jonas e Cervi e algum tempo depois coloca também Gedson no lugar de Pizzi.


O quarto golo chegou aos 89 minutos mais uma vez por intermédio de Seferovic. Após um cruzamento de Grimaldo, Seferovic mete a bola na gaveta da baliza azul e branca.


Destaques positivos para Pizzi, Ferro, Grimaldo e Samaris.


Destaque negativo para João Félix.




Comments


bottom of page