leaderboard.gif

O Benfica é o amor da minha vida

O Benfica é sem dúvida o amor da minha vida.

Porque é um amor incondicional e quando joga o Benfica tudo pára. Aqueles 90 minutos não podem ser interrompidos por ninguém. Durante aquele período, todos os meus pensamentos estão virados para ali. A seguir a uma vitória do Benfica todo o mundo parece uma coisa maravilhosa. A seguir a uma derrota ou empate, naqueles segundos a seguir, o mundo parece que vai acabar no minuto seguinte.

Representar o Benfica é das maiores responsabilidades que se pode ter na vida. E quem não estiver à altura desse desafio, deve ser criticado.

Desde pequeno, e tendo a mãe que tenho, o Benfica se foi impondo naturalmente na minha vida. Os primeiros jogos que assisti foram na companhia da minha mãe. Íamos ver tudo. O futebol, o Hóquei, o Basket, o Andebol, tudo o que fosse Benfica. Com o tempo fui desenvolvendo a minha maneira pessoal de ver o Benfica que é muito diferente da maioria das pessoas que conheço. Apenas o Benfica está acima de tudo. Os que tem a sorte de o representar, desde os atletas, aos treinadores, aos dirigentes não estão acima de crítica. Porque defender o Benfica, na minha opinião, implica ser exigente com todos. Representar o Benfica é das maiores responsabilidades que se pode ter na vida. E quem não estiver à altura desse desafio, deve ser criticado. Tenho tido grandes discussões, porque a maior parte das pessoas confunde o Benfica com quem pontualmente o representa. Porque no fim de contas o que permanece sempre são aquelas lindas camisolas vermelhas.


Mas encontro em tantas pessoas o mesmo amor que me une a este clube. E isso é a coisa mais bonita de pertencer a este clube. Já abracei pessoas que não conhecia, unidos pelo amor a este clube. Já tive tristezas que pensei que não iam passar. Já tive alegrias que pareciam que me iam parar o coração. Toda esta paixão pelo clube já me fez passar figuras tristes, que não lamento porque são motivadas pela paixão. Tantas e tantas alegrias. Tantas e tantas lágrimas de alegria. Tantos e tantos pulos, abraços, gritos, festejos. Nunca na minha vida eu deixei de ver um jogo do Benfica que não fosse por causa de trabalho. Nada é mais importante para mim do que aqueles 90 minutos. E quando digo nada não estou a exagerar. Mesmo nada, porque desde jantares de família, jantares de anos de namoradas, mudar férias, velórios, funerais, tudo tem sido sacrificado para que possa acompanhar o meu amor. E as alegrias que me tem dado recompensam toda a minha dedicação.

As pessoas que me conhecem que não gostam de futebol não percebem a minha dedicação, eu respondo sempre que qualquer coisa que nos faz sentir vivos faz com que a vida valha a pena.

Assim de memória, lembro-me de tantas, o golo do Jonas ao Boavista o ano passado nos descontos, o golo do Mitrogolo ao Sporting em Alvalade, o golo do Luisão ao Sporting, o golo do Chalana ao fortuna dusseldorf já nos descontos que nos deu a passagem, o golo do Vata ao Marselha com a mão que eu jurei a todas as pessoas que me diziam que tinha sido ilegal que não, os golos do Rui Aguas ao Steaua de Bucareste que nos deu a passagem a final da liga dos campeões, tantos e tantos. Todos os jogadores que eu idolatrei que vestiram aquela camisola: o Bento, o Humberto Coelho, o Carlos Manuel, o Chalana, o Nene, o Isaias, o Mozer, o Valdo, o Vitor Paneira, o Joao Pinto, o Nuno Gomes, o Poborsky, o Simao, o Preud'homme, o Luisão, o Di Maria, o David Luiz, o Javi Garcia, o Aimar, o Saviola, o Gaitan, o Jonas e tantos e tantos outros que tiveram a sorte de vestir o Manto Sagrado. Eles representam a encarnação terrena do meu amor pelo clube, amor que nunca vai acabar e que partilho com tanta gente.


As pessoas que me conhecem que não gostam de futebol não percebem a minha dedicação, mas eu respondo sempre que qualquer coisa que nos faz sentir vivos faz com que a vida valha a pena. E eu tenho imensas paixões que me fazem sentir vivo, os livros, a música, os filmes e a convivência com as minhas pessoas. Mas nenhuma delas faz-me sentir tão vivo como um golo do Benfica.



P.S. Este texto é dedicado às pessoas que têm partilhado este meu amor

▶ Texto da autoria do benfiquista Luís Ferreira

© 2020 Benfica Independente

Contacto:

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram