leaderboard.gif

Jorge Jesus e o volte-face no projecto desportivo



O carrossel de treinadores que têm sido associados ao Benfica após a saída de Bruno Lage tem andado na ordem do dia e Jorge Jesus não podia deixar de fazer parte do rol. No entanto, após ele SUPOSTAMENTE ter rejeitado uma primeira abordagem do Benfica, o seu nome voltou ao topo da lista nos últimos dias.


Antes de mais, há uma coisa que quero deixar bem clara. Eu assumo sem quaisquer problemas que gostaria que Jorge Jesus regressasse ao Benfica e quem me conhece sabe perfeitamente disso. Nos meus 28 anos de vida, foi com Jorge Jesus a treinar do Benfica que vivi grande parte das minhas alegrias enquanto benfiquista, foi com ele ao leme que comecei realmente a ver o Benfica a jogar bom futebol.


E a verdade é que no meio de asneiras e alegrias, Jorge Jesus é um treinador que ficará para sempre na memória dos adeptos e que deixou grandes marcas no Benfica, marcas das quais, poderei falar caso o seu regresso venha a concretizar-se. Mas aquilo que realmente me leva a defender o seu regresso, é que eu sei que ele colocaria o grau de exigência do clube lá no alto, algo que nos dias de hoje, está longe de se verificar.